Como amortizar um financiamento imobiliário?

Como amortizar um financiamento imobiliário?

O financiamento imobiliário é uma das opções mais populares para quem deseja adquirir um imóvel próprio. Isso por que é raro termos disponível capital para comprar um imóvel à vista. No entanto, é importante saber como amortizar esse tipo de dívida para evitar que o valor das parcelas se torne uma grande dor de cabeça no futuro. No texto de hoje, vamos explicar o que é a amortização de um financiamento imobiliário e quais são as principais estratégias para reduzir o valor das parcelas e quitar a dívida mais rapidamente.

O que é a amortização de um financiamento imobiliário?

A amortização é o processo de redução do valor da dívida através do pagamento de parcelas mensais. Em um financiamento imobiliário, cada parcela paga é dividida em duas partes: uma parte é destinada ao pagamento dos juros e outra parte é destinada à amortização da dívida. O objetivo da amortização é reduzir o valor das parcelas e, consequentemente, diminuir o prazo de pagamento do financiamento.

Estratégias para amortizar um financiamento imobiliário

Existem diversas estratégias para amortizar um financiamento imobiliário. A seguir, vamos explicar as principais:

1. Pagamento antecipado das parcelas

Uma das estratégias mais simples para amortizar um financiamento imobiliário é o pagamento antecipado das parcelas. Isso significa que o mutuário pode pagar uma ou mais parcelas antes do prazo de vencimento. Ao pagar antecipadamente as parcelas, o mutuário reduz o valor dos juros que seriam cobrados no período e, consequentemente, diminui o valor total da dívida.

2. Aumento do valor das parcelas

Outra estratégia é aumentar o valor das parcelas mensais. Essa opção pode ser interessante para quem tem uma renda estável e consegue pagar parcelas maiores sem comprometer o orçamento. Ao aumentar o valor das parcelas, o mutuário reduz o prazo de pagamento do financiamento e, consequentemente, diminui o valor total da dívida.

3. Utilização do FGTS

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) pode ser utilizado para amortizar um financiamento imobiliário. O mutuário pode utilizar o FGTS para pagar uma parte da dívida ou para reduzir o valor das parcelas mensais. É importante lembrar que existem algumas regras para utilizar o FGTS nessa situação. Por exemplo, o imóvel financiado deve ser residencial e o mutuário deve ter pelo menos três anos de trabalho com carteira assinada.

4. Renegociação do financiamento

Caso o mutuário esteja enfrentando dificuldades para pagar as parcelas do financiamento, uma opção é renegociar a dívida com a instituição financeira. Nessa situação, é possível negociar a redução das taxas de juros, o aumento do prazo de pagamento ou a alteração do valor das parcelas mensais.

5. Liquidação antecipada da dívida

Por fim, outra estratégia é a liquidação antecipada da dívida. Essa opção pode ser interessante para quem tem uma reserva financeira disponível e deseja se livrar da dívida de uma vez por todas. Ao fazer a liquidação antecipada da dívida, o mutuário paga o valor total do financiamento de uma só vez e, consequentemente, elimina os juros que seriam cobrados no período restante do financiamento.   Curtiu as dicas? Navegue em nosso blog, que tem muitos artigos interessantes para você!

Conte com a Mendes Ortega 

Na hora de comprar um imóvel é importante ter assessoria especializada, que te ajude a tomar a melhor decisão para a sua família! A Mendes Ortega oferece o melhor serviço e atendimento diferenciado há mais de 35 anos na região de Sorocaba. Conte com os especialistas da Mendes Ortega para alugar ou vender seu imóvel ou para encontrar o lugar ideal para viver com conforto e qualidade de vida! Entre em contato agora com um de nossos corretores!  

Leia também

Nenhum Comentário

Deixe um comentário

Procurando um imóvel? Fale conosco!